Consulte a Melhor Programação para o seu filho

Consulte a melhor programação para o seu filho

Ver todas as atrações


Qual a idade adequada para uma criança ter seu próprio celular?

19 de Dezembro de 2017 | Meu Dinheirinho
celular-pixabay.jpg (118 KB)
Foto: Pixabay


Telefone celular é um objeto que atrai a atenção de uma criança desde os primeiros meses de vida. O fato de ver os pais usando o celular o tempo todo aumenta ainda mais a curiosidade. Aqui em casa, o João Pedro, que tem um ano e quatro meses, está sempre atrás do meu celular ou da minha esposa. E quando pega algum deles, põe na orelha e fica falando alô. Ou tenta com os dedinhos ativar a tela. Parece já ter nascido com habilidade para lidar com a tecnologia. Em relação a ele, nosso maior trabalho é esconder os celulares, uma vez que celular não é brinquedo de criança.

Mas aqui em casa, temos outra filha, a Maria Eduarda. Ela já tem nove anos. Desde criança ela também sempre foi encantada com celular como o irmão é hoje. E enquanto crescia, o celular passou a fazer parte do seu cotidiano. Primeiro ela pediu para instalar alguns joguinhos no meu celular. Eram jogos para crianças da idade dela. Neles ela fazia bolos, cuidava de bichinhos de estimação e também de uma série de bonecas virtuais. Há dois anos começou a pedir um celular. Surgiu então uma questão que hoje incomoda muitos pais e mães. Qual a idade adequada para uma criança ter seu próprio celular? Para nós, ela ainda era muito nova para ter seu celular.

No ano passado, algumas de suas colegas de escola já tinham celulares. Esta era a justificativa para ela insistir no seu pedido. Mas para nós, ainda era muito cedo, pois a única coisa que ela fazia era jogar e mesmo assim muito pouco.

No início deste ano, a interação dela com o celular aumentou bastante. Ela descobriu uma rede social de clipes musicais. E também começou a produzir seus clipes, sempre no telefone da mãe. No meio do ano, as colegas de colégio criaram um grupo no WhatsApp. E ela começou a participar usando o telefone da mãe dela. Logo depois, foi formado um grupo pelas colegas do jazz.

Com isso, o celular passou a ter uma importância maior na vida dela. Por outro lado, neste final de ano precisava trocar meu celular. Ele estava com alguns problemas, inclusive na bateria. Aproveitei uma viagem ao exterior para comprar um aparelho novo. E mandamos o aparelho antigo para o conserto.

O celular reformado será o nosso presente de Natal para ela. E vamos aproveitar esta novidade para trabalhar ainda mais a educação financeira dela. A conta dele será pré-paga e ela terá somente R$ 10,00 de crédito a cada mês. Internet somente em redes de Wifi.

Agora o importante é dar suporte para ela aprender a utilizar o celular de forma equilibrada e com segurança! 

O caso da Duda é a nossa experiência.  Acredito que cabe aos pais decidir qual o momento adequado para dar um celular para seu filho. Sem nenhum padrão definido.
 

Facebook-01.png (83 KB) Instagram-01.png (104 KB)