Consulte a Melhor Programação para o seu filho

Consulte a melhor programação para o seu filho

Ver todas as atrações


Estou trabalhando e meu filho está de férias. E agora?

08 de Dezembro de 2015 | Lição de Casa

BrincadeiraSe você está pensando que encontrará uma lista de atividades prontas e endereços de sites de conteúdos educacionais com dicas extraordinárias para turbinar o cérebro do seu filho durante as férias, sinto decepcioná-lo. Férias são FÉRIAS! Todo guerreiro merece um descanso. Seu pequeno labutou o ano inteiro. Os desafios de ser estudante em qualquer idade são muitos, pode acreditar.


As férias são para repor as energias, e para que isso aconteça é preciso desacelerar. Existem famílias que o ano letivo ainda não acabou e já estão programando mil e uma atividades para os filhos. É preciso ter tempo para não fazer nada. Isso mesmo! Ter tempo para apreciar a vida passar num outro ritmo. Não é ficar sentado no sofá sem fazer nada ou inundando-se de jogos eletrônicos. Aproveitar esse tempo de descanso para desenhar sem ter motivo nem nota a receber pelo desenho. Ler um livro sem ter que fazer uma prova pra provar que entendeu. Conversar sobre o livro que leu – ótimo. Inventar histórias, fazer teatrinhos com os primos e amigos. Pintar sem ter aula de pintura – pintar por pintar.


Algumas crianças têm rotinas tão puxadas quanto altos executivos. Mesmo nas férias, não conseguem descansar. Mantêm as atividades extraescolares e, no horário que seria da escola, os pais providenciam outras atividades para que elas façam. Atividades em demasia geram estímulo em excesso. Quando as crianças precisam ficar quietas, sossegadas e em silêncio, não conseguem. Se sobram atividades programadas, falta-lhes tempo para exercerem sua criatividade, suas escolhas e experimentar suas aptidões.


Uma boa saída é procurar programar com eles o que gostariam de fazer tentando conciliar os desejos dos pequenos com as possibilidades dos pais. Além dos passeios e brincadeiras para se fazer neste período, existem atividades que são necessárias e ajudam no envolvimento dos pequenos no cuidado com o ambiente em que vivem, como organizar os armários de brinquedos ou tirar o material escolar do ano anterior das gavetas. E no tempo livre, fazer passeios, visitas aos museus, cineminha e praças. A pedida é aproveitar o tempo de férias dos nossos filhos para que, mesmo estando trabalhando, possamos nos relacionar com eles num outro ritmo, numa outra sintonia.