Consulte a Melhor Programação para o seu filho

Consulte a melhor programação para o seu filho

Ver todas as atrações


Como os educadores podem utilizar as brincadeiras para gerar conhecimento

17 de Abril de 2018 | Educação Emocional
child-3153037_960_720.jpg (71 KB)
Foto: Pixabay

Por meio da brincadeira, a criança é capaz de explorar seu mundo, de construir hipóteses, testar habilidades, de experimentar novas sensações, de desvendar desafios e aprender. É no brincar que a criança organiza seu raciocínio, que ela se relaciona consigo mesma e com o mundo, que ela associa sentimentos com razão e consegue se expressar.

O brincar para a criança não serve somente como divertimento e lazer, mas é fundamental para estimular o seu desenvolvimento cerebral, o seu crescimento emocional e a sua aprendizagem. É pela brincadeira que a criança consegue se expressar emocionalmente, elaborar seus conteúdos internos e ampliar seus saberes.

A brincadeira é um excelente recurso para a construção do conhecimento, pois possibilita a exploração e a criatividade. Através da brincadeira é possível transmitir ensinamentos, valores, interações de cooperação, interiorização de regras, desenvolvimento de conceitos de ética, empatia e respeito. Ajuda a preparar a criança para um convívio social saudável na vida adulta e a capacita para se adaptar ao meio.

A ludicidade deve ser vivida na infância de forma plena e o professor é a ponte que conecta a criança ao conhecimento.  A brincadeira é uma ferramenta poderosa de aprendizagem e deve ser utilizada como recurso para a construção do conhecimento. Compreender isso é fundamental para tornar o ensino mais desafiador, divertido e interessante, despertando na criança a curiosidade para aprender e encontrar novas soluções.

Promover a aprendizagem por meio de jogos e brincadeiras contribui para que a criança utilize a fantasia e recrie a realidade através dos símbolos, descubra e construa novas formas de interação com o meio e assimile os conteúdos. Para isso os educadores precisam estar abertos e dispostos a relacionar os conteúdos a uma atuação lúdica e buscar transformar o processo de ensino-aprendizagem em algo leve, divertido e consistente.

O educador tem a tarefa de definir os objetivos que precisa alcançar, utilizando o método mais adequado e valendo-se dos jogos e das brincadeiras como recurso. Assim, a criança poderá explorar seus sentidos, desenvolver sua capacidade cognitiva e motora, expressar sua espontaneidade e percepções e exprimir sua criatividade. Essas habilidades contribuem para o desenvolvimento da aprendizagem e promovem o florescimento de sua personalidade de forma integral.

 


 Facebook-01.png (83 KB) Instagram-01.png (104 KB)