Consulte a Melhor Programação para o seu filho

Consulte a melhor programação para o seu filho

Ver todas as atrações


Ansiedade e estresse no período de provas: até os pequenos podem sentir!

20 de Abril de 2017 | Lição de Casa

Foto: PixabayNós adultos nem sempre nos damos conta de que os pequenos podem sofrer com ansiedade e estresse em períodos de provas. Na verdade, isso é bastante comum. Há escolas que distribuem as provas durante o bimestre ou trimestre letivo, deixando a cargo dos professores administrarem a forma e o período das avaliações. Também há escolas que adotam a semana de prova. Concentrando num só período as avaliações das diversas disciplinas. Isso varia de acordo com a propostas pedagógica de cada instituição. 

Nas séries iniciais, normalmente tem-se o cuidado de ir aos poucos acostumando as crianças com esse processo. O que pode ocorrer é que, inevitavelmente, com o convívio com as crianças de séries mais avançadas, onde o conteúdo e o desempenho nas avaliações exigem mais dedicação, os pequeninos podem assimilar a sensação de estresse coletivo. Conheço vários casos de crianças que têm bons rendimentos acadêmicos, que são consideradas tranquilas e que ficam uma "pilha" no período das provas. O que pode afetar seu desempenho e gerar frustração com o resultado abaixo de seu potencial. 

Para os pais, nesse momento, o melhor a fazer é ajudar na organização da agenda para que todo conteúdo visto nesse período seja revisado, as dúvidas sanadas e seu filhote se sinta seguro e apto a passar pelos exames. Já sabemos que estudar um pouco a cada dia gera mais resultado do que deixar a matéria acumular e só estudar na véspera da prova. Isso é uma postura fundamental e um hábito que devemos ajudar aos nossos filhos adquirirem desde cedo. Organização, constância e prazer nos estudos é receita para o sucesso

Um cuidado fundamental que devemos tomar como pais é de não substituir a motivação por cobrança excessiva. É difícil esse limite, porém esse cuidado é determinante. Se desde cedo vamos ajudando nossas crianças a assumirem seus estudos e os cuidados que a vida escolar requer, mais cedo desenvolvem autonomia e responsabilidade. 

Ao receberem os resultados das provas, ajude sua criança a refletir, mesmo quando vai bem, sobre o porquê daquele resultado. Ajude-a a perceber que se dedicou, que estudou com calma, que revisou suas dúvidas, que estava segura e descansada para fazer os exames. Quando o desempenho não for bom como esperado, se vocês sempre fazem a reflexão, vai ser mais fácil ajudá-la a perceber em qual postura deve mudar e quais providências deve tomar para melhorar. Se ela praticar a reflexão nos resultados positivos, vai ser menos sofrido fazer a reflexão quando o resultado for negativo e começar a desenvolver aprendizagem autorregulada. 

para saber mais sobre a autorregulação da aprendizagem, CLIQUE AQUI. Boa leitura!