Consulte a Melhor Programação para o seu filho

Consulte a melhor programação para o seu filho

Ver todas as atrações


A descoberta das letrinhas e o caminho sem volta da alfabetização

12 de Abril de 2018 | Lição de Casa

alfabetizar.jpg (60 KB)

Por Ilkeline de Paula

Um dos momentos mais marcantes nos primeiros anos do desenvolvimento de nossos filhos é quando percebemos que estão começando a aprender a ler. Para os pais que conseguem acompanhá-los nas atividades escolares cotidianamente e estão atentos aos pequenos avanços, é possível perceber como caminham rápido neste aspecto. Começam reconhecendo letras e seus sons, ou, como dizem os especialistas, grafemas e fonemas. E vão aos poucos descortinando um universo mágico de possibilidades em forma de palavras.

Nossa filha Alice, sempre muito curiosa, ainda bem pequenina, pediu ao pai que a ensinasse a digitar seu nome no teclado do computador. Rapidinho a menina aprendeu a sequência de letras do seu nome e passava um bom tempo digitando e falando A ELE I CÊ E - ALICE e de novo, de novo e de novo... Alguns dias depois, começou a me perguntar como se escrevia bola, casa, papai, mamãe... E eu, maravilhada com aqueles olhinhos brilhantes e sedentos de entusiasmo, fui aos poucos apresentando uma nova letra, uma nova palavra. Numa dessas vezes a menina me surpreende:

– Mãe, A-ELE-I forma ALI, né?

– Sim, filha!

– Mãe, A-ELE-A forma ALA, né? E A-ELE-E forma ALÉ, né? A-ELE-O, ALÓ...

E a menina continuou num frenesi:

– Mãe, B-O-L-A forma bola, B-A-L-A forma bala, B-E-L-E forma BELE... Não é?

E eu pensei... pronto! Foi! Caminho sem volta.

Imagino que, não muito diferente dessa história, aconteceu com seus filhos, sobrinhos ou netos.

A aquisição da leitura e da escrita vai aos poucos se consolidando e solidificando. Com estímulo, bons materiais e perseverança, nossos pequenos vão ganhando autonomia nessa importante habilidade. E assim eles percorrem os caminhos da alfabetização e do letramento, que são, respectivamente, o processo de aprendizagem das habilidades de leitura e escrita e o uso competente dessas habilidades no cotidiano, nas relações sociais e nos mais variados contextos.

Nos próximos posts iniciaremos uma série de entrevistas com especialistas em leitura e escrita de diversas áreas como pedagogia, linguística, fonoaudiologia, e psicologia, além de escritores e contadores de histórias. Vamos conversar sobre como contribuir para que os pequeninos, desde cedo, possam cultivar bons hábitos de leitura e escrita e o quanto os cuidados precoces podem fomentar bons leitores.

Até a próxima!

Facebook-01.png (83 KB) Instagram-01.png (104 KB)