Consulte a Melhor Programação para o seu filho

Consulte a melhor programação para o seu filho

Ver todas as atrações


Veja tudo o que rolou no 4º Seminário Internacional de Mães

23 de Maio de 2018 | Notícias - Para os pais
4º Seminário Internacional de Mães lotou o Maksoud Plaza Hotel em dia de emoções e descontração

Por Luciana Ackermann

SeminariodeMaes_Lorraine_Thomas_GustavoAndrade3.jpg (349 KB)
Seminário atraiu 1.011 pessoas de 16 Estados brasileiros em dia cheio de emoções | Fotos: Gustavo Andrade

 

Um sábado repleto de amor, afeto, entusiasmo, alegria, emoção, descontração e muita informação de altíssima qualidade. Assim foi o clima do 4º Seminário Internacional de Mães, que reuniu 1.011 pessoas no Maksoud Plaza Hotel, em São Paulo, no dia 5 de maio, e teve a Canguru como uma das organizadoras.

Com o tema “Por uma maternidade mais leve”, a plateia do evento reuniu representantes de 16 Estados brasileiros, entre eles Amazônia, Pará, Maranhão, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e, claro, São Paulo. As mães dominaram, correspondendo a 93% das inscrições – 72 pais também marcaram presença (veja mais no infográfico).

infografico_4seminariodemaes.png (643 KB)

Mediado pela diretora de conteúdo da Canguru, Ivana Moreira, o seminário recebeu profissionais que são verdadeiras referências em suas áreas: a inglesa Lorraine Thomas, pioneira mundial em coaching para pais e diretora da Parent Coaching Academy; a chef Rita Lobo, apresentadora e empresária que, há anos, defende a “comida de verdade”; Marcio Atalla, especialista em qualidade de vida e saúde e criador do Medida Certa; Roberta e Taís Bento, mãe e filha, respectivamente, empresárias e autoras do livro Socorro, Meu Filho Não Estuda; além de Laís Bodanzky, diretora, e Maria Ribeiro, atriz, do premiadíssimo filme Como Nossos Pais.

SeminariodeMaes_Lorraine_Thomas_GustavoAndrade1.jpg (154 KB)
Pioneira em coaching para pais: Lorraine Thomas destacou importância
de gerenciar as emoções e ter resiliência

Foi uma imersão profunda ao rico, desafiador e transformador mundo da maternidade. Cada palestrante, com seu jeito próprio, esmerou-se em compartilhar preciosos conhecimentos que resultaram de estudos, pesquisas e viagens, além de observações sutis, sensíveis e delicadas de situações corriqueiras na rotina familiar. Lorraine Thomas, que já foi consultora da Walt Disney em obras como Divertida Mente, destacou, em diversos momentos, a importância de ensinar os filhos a gerenciarem as diferentes emoções, com doses de resiliência, respiração profunda e exercícios de relaxamento. Outra proposta dela foi a valorização das capacidades, das habilidades e das qualidades dos filhos e das próprias mães. “Se nós queremos que nossos filhos foquem os valores e as habilidades que eles têm, é importante que a gente também faça isso. Qual é a sua força? O que seus filhos falariam bem de vocês? Façam esse exercício e reflitam”, propôs Lorraine, complementando com um dos pilares da disciplina positiva: “O comportamento que recebe atenção é repetido. Não grite. Valorize o que é positivo. Nos momentos em que a criança estiver em uma situação desconfortável, preocupada, relembre alguma atividade em que ela tenha se saído bem”, disse a pesquisadora, que ainda apontou o fracasso como uma verdadeira oportunidade de aprendizado.

CLIQUE AQUI para ver mais detalhes da palestra de Lorraine Thomas, com fotos e vídeos

Seguindo na direção de como melhorar o aprendizado dos filhos, a dupla Roberta e Taís Bento encantou a plateia. A começar pelo emocionante depoimento de Roberta, que nasceu com paralisia cerebral por causa de complicações no parto e contrariou todos os diagnósticos e prognósticos médicos – de que não ouviria, não falaria, não andaria e teria sérios problemas de aprendizagem. “Graças aos estímulos corretos que recebi dos meus pais, meu cérebro criou rotas alternativas. Eles nunca colocaram limites para eu me desenvolver”. Formada em letras, Roberta tornou-se especialista em aprendizagem com especializações em universidades internacionais de renome.

A mamãe Maria Rita dos Santos foi às lágrimas com o relato. “Acho que entendi o quanto é fundamental estimular o potencial das crianças. Espero conseguir colocar em prática tudo que tenho aprendido aqui”, disse a paulista de Campinas, que pegou a estrada cedinho e foi só elogios ao seminário.

SeminariodeMaes_taisRobertaBento_GustavoAndrade3.jpg (167 KB)
Tantas emoções: público deu risadas mas também foi às lágrimas durante o evento

 

Roberta e Taís ainda apresentaram três dicas poderosas para pais ajudarem os filhos a aprenderem melhor a partir de resultados de pesquisas na área da neurociência cognitiva: exercícios físicos, sono e revisão do conteúdo ensinado. Verificou-se que as atividades esportivas fazem com que cérebro produza novos neurônios, aumentando as conexões entre eles. Durante o sono ocorre autolavagem das toxinas produzidas naturalmente pelo cérebro: “Dormir pouco ou dormir mal deixa o cérebro cheio de lixo andando no meio dos neurônios, impedindo conexões, e faz com que o aluno não lembre o que estudou”, resume Taís.

CLIQUE AQUI para ver mais detalhes da palestra de Roberta e Taís Bento, com fotos e vídeos

Roberta ainda chamou atenção para o fato de as crianças dormirem cerca de duas horas a menos que as de gerações passadas devido à falta de cansaço físico e à superexposição a internet e TV. Vale mexer na quantidade de sono da criança, acrescentando 15 minutos por semana, o que resultará em uma hora a mais ao longo de um mês com a mudança gradual.

SeminariodeMaes_taisRobertaBento_GustavoAndrade2.jpg (247 KB)
Roberta e Taís Bento arrancaram lágrimas das mães com depoimento emocionante sobre aprendizado; Ivana Moreira mediou seminário

 

Sedentarismo e obesidade

AtallaD_Gustavo Andrade.jpg (86 KB)
Marcio Atalla destacou que as crianças devem
se movimentar em jogos por pelo menos uma hora por dia

Outro palestrante que cativou mamães, papais, vovós e titias foi Marcio Atalla, que falou sobre a importância da atividade esportiva para a saúde e o desenvolvimento cognitivo das crianças. Ele fez um importante alerta: “No Brasil, de cada cinco crianças, quatro são sedentárias. Das nossas crianças, 78% não conseguem fazer o mínimo de movimento que a OMS recomenda, que é brincar uma hora por dia”.

Para modificar esse cenário, Atalla pediu que pais e mães incluam na rotina dos filhos brincadeiras lúdicas, divertidas, que propiciem o movimento, como pular corda, jogos com bolas, além de fazer o controle de equipamentos eletrônicos. No Brasil, as crianças passam cerca de cinco horas e meia nos computadores, o que é grave. Na Finlândia, apontada como o país que tem o melhor ensino do mundo, os alunos se movimentam durante as aulas, segundo Atalla. Não se trata de algo para combater o sedentarismo, não. Fazem isso porque a criança aprende melhor: “Estudos mostram que, ao ficar sentado, há diminuição na oxigenação e perda da atenção. Em estado de alerta, aprendem melhor”. Para pais e mães sedentários, enfatizou que mais importante é ter regularidade, não intensidade. “O sedentarismo hoje é fator de risco para todas as doenças. Por favor, mudem o estilo de vida de vocês e de seus filhos”, alertou.

CLIQUE AQUI para ver mais detalhes da palestra de Marcio Atalla

RitaLobo_GustavoAndradeD.jpg (92 KB)
Rita Lobo defendeu que cozinhar é uma
ferramenta contra a obesidade em casa

Já Rita Lobo transbordou seu amor pelo ato de cozinhar e defendeu a “comida de verdade”, assim como o nosso brasileiríssimo arroz com feijão. “Aprender a cozinhar é bom para todas as pessoas, fundamental para quem tem filhos pequenos que ainda não são capazes de fazer escolhas. Tudo pode, exceto os ultraprocessados”, afirmou a chef, que deu a dica de focar a pior refeição da casa e ir fundo nela como a primeira medida a ser tomada para melhorar a rotina alimentar de uma família. “A cozinha deve ser um lugar vivo, de afeto, um espaço para alimentar as relações não só com nutrientes. Cozinhar é uma ferramenta contra a obesidade”, afirmou.

CLIQUE AQUI para ver mais detalhes da palestra de Rita Lobo

Para encerrar com chave de ouro, a descontração deu o tom ao bate-papo entre Laís Bodanzky, cineasta, Maria Ribeiro, atriz, e a jornalista Ivana Moreira. Elas falaram sobre feminismo, machismo, maternidade, desejo, trabalho, carreira, e a construção de uma sociedade mais equilibrada, igualitária e livre. Maria avaliou como um exercício diário e muito novo perceber que não precisa ficar tudo na conta das mulheres. “A vida inteira, eu olhei a agenda de escola sozinha e achava natural, era daquele jeito que minha mãe fazia. Agora que estou me dando conta. Por que as mulheres que têm que decidir se o filho vai levar um prato de doce ou salgado para a festa junina da escola?”, questionou, complementando que também as mulheres devem encarar essa batalha de passar o bastão aos pais para dividir essas tarefas, reconhecendo que não é algo fácil.

Para Laís, esse novo feminismo é muito bacana porque, mais do que discurso, “vivemos a prática de uma mulher ser solidária a outra mulher”, que ela nunca havia vivido antes. Ela também elogiou o seminário, por oferecer um lugar de fala, de compartilhar sentimentos.

CLIQUE AQUI para ver mais detalhes da palestra de Laís e Maria Ribeiro, com fotos e vídeo

Então, já sabem, né? Até 2019, mamães.

Seminario de Maes_Lais_Bodanzky_mariaribeiro_Gustavo Andrade.jpg (240 KB)
Laís Bodanzky e Maria Ribeiro encerraram evento com conversa sobre feminismo e empoderamento

 

 

Veja todas as fotos do evento:

 

Facebook-01.png (83 KB) Instagram-01.png (104 KB)