Consulte a Melhor Programação para o seu filho

Consulte a melhor programação para o seu filho

Ver todas as atrações


Marcio Atalla: O estilo de vida é determinante para a saúde

10 de Maio de 2018 | Saúde - Notícias - Para os pais

Por Luciana Ackermann

AtallaAzul.jpg (157 KB)
Crédito: Gustavo Andrade

Dá para acreditar que o especialista em qualidade de vida e saúde, professor de Educação Física, criador do Medida Certa, atração do Fantástico, que difundiu a importância da prática de exercícios físicos e da alimentação saudável, Marcio Atalla, tem forte tendência a ser obeso e a ter diabetes?

Parece mentira, né? Mas dos 702 genes analisados para a obesidade, ele carrega 390. Pois é! A recentíssima descoberta foi resultado de um exame de DNA que Atalla fez e que comprova os benefícios no estilo de vida que ele leva e divulga. “Desde que me conheço por gente faço atividades físicas. Isso vem do meu pai e da minha mãe, que ainda moleque me colocou na natação, às 6h da manhã, no Minas Tênis Clube. Lembro também de quase todos os dias eu esperar meu pai chegar do trabalho, para jogar bola na rua comigo”, diz o professor que criou, inconscientemente, um ambiente desfavorável para que as doenças se manifestem.

AtallaD_Gustavo Andrade.jpg (86 KB)
Crédito: Gustavo Andrade

Atalla destacou que o corpo humano tem a capacidade de se movimentar e de estocar energia, em forma gordura, o que já foi crucial para sobrevivência e evolução da espécie. Além disso, os seres animais sempre procuram o conforto, é da natureza. No entanto, o problema surge mesmo a partir da mudança e transformações da sociedade, quando o ser humano passou a se movimentar pouco.

"No Brasil, de cada 5 crianças, 4 são sedentárias, 78% das nossas crianças não conseguem fazer o mínimo de movimento que a OMS recomenda, que é brincar uma hora por dia”

Nos anos 80, por exemplo, não havia celular, computador, shoppings e eletrônicos, mais raros. Até para trocar o canal de televisão era preciso levantar-se do sofá. Em média, uma pessoa dava-se 10 mil passos por dia, sem pensar, para sobreviver naquele meio ambiente. Hoje, o brasileiro dá 2.300 passos e deixa de gastar 350 calorias todos os dias. “Uma pessoa sedentária é uma pessoa potencialmente doente. No Brasil, de cada 5 crianças, 4 são sedentárias, 78% das nossas crianças não conseguem fazer o mínimo de movimento que a OMS recomenda, que é brincar uma hora por dia”, expõe,

Para reverter esse triste cenário, Atalla ressalta que os pais incluam na rotina brincadeiras lúdicas, divertidas, que propiciem o movimento, como pular corda, jogos com bolas, além, de controlar o uso de tablets e computadores. No Brasil, as crianças passam cerca de 5 horas e meia com tais equipamentos eletrônicos, o que se trata de problema de saúde pública, de acordo com os pesquisadores coreanos, com quem Atalla conversou em viagens para a realização de um documentário previsto para estrear entre agosto e setembro, no Fantástico.

Reforça que a atividade física vai além dos benefícios do corpo, é muito importante para o desenvolvimento cognitivo das crianças, ajuda na produção de novos neurônios. Atalla conta que esteve na Finlândia, apontada com o país que tem o melhor ensino do mundo. E lá tudo é muito diferente, inclusive há movimentação dos alunos durante as aulas. Ao questionar se seria algo para combater o sedentarismo, ouviu a seguinte resposta: “Não. É para a criança aprender melhor. Todos os estudos mostram se ao ficar sentando há diminuição na oxigenação e perda da atenção. Em estado de alerta, aprendem melhor”.

Atalla tem feito um trabalho nessa linha em Jaguariúna, no interior de São Paulo, onde a chamada passou a ser feita em pé.

Já para pais e mães sedentários, ele sugere que escolham atividades físicas prazerosas, para que consigam fazer quase todos os dias, pode ser colocar música em casa e dançar, o mais importante é ter regularidade não a intensidade. “O sedentarismo hoje é fator de risco para todas as doenças. Por favor, mudem o estilo de vida de vocês e de seus filhos”, diz ele, no 4º Seminário Internacional de Mães, coorganizado pela Canguru, que aconteceu no último sábado (5), em São Paulo.

Facebook-01.png (83 KB) Instagram-01.png (104 KB)