Consulte a Melhor Programação para o seu filho

Consulte a melhor programação para o seu filho

Ver todas as atrações


Problemas de visão: especialista sugere cuidados e explica como identificá-los

11 de Dezembro de 2018 | Saúde - Notícias - Para os pais
crianca-celular-1183465_1280.jpg (99 KB)
Foto: Pixabay

Da redação

Diante do tempo cada vez maior gasto pelas crianças e adolescentes em frente às telas de smartphones e tablets, tem crescido também o número de casos de miopia nesse público. “Crianças que jogam nos celulares por mais de quatro horas por semana têm sido afetadas por miopia oito vezes mais em relação àqueles que não usam por tanto tempo”, afirma Luiz Carlos Molinari, oftalmologista da Unimed-BH e membro do Conselho Brasileiro de Oftalmologia.

Segundo dados do Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), cerca de 20% das crianças em idade escolar apresentam problemas de vista. No mundo, essa condição afeta 20% da população e a previsão é que esse número chegue a 50% até 2050.

A miopia é uma desordem ocular que afeta a capacidade das pessoas verem objetos distantes e pode ser considerada benigna, já que é possível corrigir a visão com óculos, lentes de contato e cirurgia refrativa. Especialistas têm alertado para os cuidados com a visão, especialmente em crianças e jovens.

Teste do olhinho
O teste do olhinho deve ser feito ao nascer, se possível, ainda na maternidade ou no primeiro mês; no primeiro ano de vida e aos quatro anos. A partir dessa idade, devem fazer um exame oftalmológico anual, pois é na infância que a miopia geralmente começa a se desenvolver.

Características que podem indicar um problema com a visão em crianças

- Dificuldade em ver claramente objetos ou palavras em uma placa na sala de aula ou na televisão à distância.
- Hábito de se posicionar mais perto de TVs, computadores e quadros brancos da sala de aula e apertar os olhos para enxergar com mais clareza.
- Queixas frequentes de problemas de visão 

Se os pais ou o professor perceberem algum desses comportamentos, deve ser realizado um teste de visão”, afirma o oftalmologista.

Exposição à luz do sol
Outro assunto abordado pelo especialista é sobre crianças que ficam muito tempo dentro de casa. De acordo com ele, aquelas que ficam menos tempo em ambientes externos são pouco expostas à luz natural do sol e não desenvolvem a capacidade de focar objetos distantes. “É importante estar em contato com a iluminação natural, que saiam para brincar em ambientes externos, pois a presença da luz natural estimula a dopamina, substância que se encontra nas células da retina, funcionando como um fator que reduz a progressão da miopia”, relata o oftalmologista.

Para adultos

Outra queixa muito comum nos consultórios por conta do uso constante de computadores tem sido a vista cansada. “Queixas como sensação de vista cansada, coceira nos olhos, dificuldade para focalizar imagens e lacrimejamento são as mais comuns em adultos que procuram o atendimento oftalmológico”, explica Molinari.

Nestes casos, como alerta o especialista da Unimed-BH, o ideal é procurar um oftalmologista para avaliar a gravidade de cada caso.

Dicas para as pessoas que usam computadores por longas horas:

  • Crie o hábito de piscar os olhos com frequência, pois o movimento ajuda na lubrificação das córneas;
  • Faça pausas a cada 20 minutos;
  • Evite exposições prolongadas em frente ao computador, smartphones e televisão;
  • Ao sentir sintomas como dores de cabeça, coceira nos olhos e dificuldade de focalizar imagens, procure um oftalmologista;
  • Evite usar colírios sem prescrição médica;
  • Oriente as crianças para manter uma certa distância da tela do celular, tablets e computador.

 
Leia mais:

3 estratégias para promover o uso equilibrado das telas pelas crianças

https://www.canguruonline.com.br/rio-de-janeiro/noticia/noticias/3-estrategias-para-promover-o-uso-equilibrado-de-telas-pelas-criancas