Consulte a Melhor Programação para o seu filho

Consulte a melhor programação para o seu filho

Ver todas as atrações


12 passeios para aproveitar os Jardins com as crianças

02 de Outubro de 2017 | Notícias - Canguru On-line - Canguru Viu e Curtiu
MARIANA-1 (1).jpg (470 KB)
Mariana Suzuki, de 4 anos, ama sair da Zona Sul, onde mora, para visitar a Avenida Paulista.

 Uma das regiões mais charmosas de São Paulo, os Jardins são nacionalmente conhecidos pelo requinte das grifes e dos restaurantes que abrigam. Mas não se engane: o mix de atrações oferecidas em suas ruas arborizadas é capaz de agradar a adultos e crianças de todos os gostos.

Claro, pode ser tentador se jogar nas comprinhas na Alameda Gabriel Monteiro da Silva, localizada no Jardim Europa, referência em decoração, ou na Rua Oscar Freire, no Jardim Paulista, onde o forte é o vestuário, e aproveitar para frequentar os cafés e as sorveterias que ficam nesse perímetro. Mas também é possível se divertir muito gastando pouco ou até nada. Para comprovar isso, basta separar um tempo para passear com os pequenos pelo Parque Trianon, levá-los para uma volta de bike na Avenida Paulista num domingo ou fazer uma visita ao Museu de Arte de São Paulo (MASP). Quando se trata de programação para toda a família, os Jardins são local certo e muito versátil (veja o mapinha ao final da matéria).

Jadins da infância

O nome da região vem de quatro dos cinco bairros que ela engloba: Jardim Paulistano, Jardim Paulista, Jardim Europa e Jardim América, além do Cerqueira César. Eles fazem um convite a passeios recorrentes e sem pressa não só para quem mora ali: residentes de toda a cidade são atraídos pelas qualidades e pela facilidade de acesso à área, servida por duas linhas de metrô e próxima do Centro. Não importa o CEP de sua casa, vale considerar nossa seleção de pontos imperdíveis para aproveitar os Jardins com as crianças.

Parque Trianon

PARQUE TRIANON-FOTOS JOCA DUARTE (16).jpg (1.79 MB)
Foto: Divulgação

Equipado com playground, aparelho de ginástica e uma trilha de aproximadamente 600 m que interliga a Avenida Paulista à Alameda Santos, o Parque Tenente Siqueira Campos, ou Trianon, como é popularmente conhecido, tem 48 mil metros quadrados de área verde, pistas para passeio e muito mais. A vegetação do local abriga árvores nativas da Mata Atlântica e também espécies exóticas, como o cedro e o jequitibá. Os visitantes têm a chance de entrar em contato com mais de 25 espécies de aves.

Telefone: 3289-2160. Aberto de segunda a domingo, das 6h às 17h30. Entrada Gratuita.

MASP

Crédito- Eduardo Ortega.jpg (464 KB)

MASP: sempre vale a visita. | Foto: Eduardo Ortega

 

Saindo do Trianon, basta atravessar a rua para chegar ao Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (MASP). A rigor, esse aparelho cultural não está localizado nos Jardins, justamente por estar do outro lado da Avenida Paulista. Porém, sua importância e proximidade com a região justificam sua presença nesse roteiro. O local conta com amplo espaço interno, o que possibilita ao visitante traçar seu próprio caminho por entre as mostras. Inaugurado em 1947, ele foi o primeiro museu moderno do país. Instalado inicialmente na Rua 7 de Abril, mudou-se para a Avenida Paulista em 1968. O prédio, assinado por Lina Bo Bardi, tornou-se referência para a arquitetura nacional do século XX e hoje é um dos principais cartões-postais da cidade de São Paulo.

Telefone: 3149-5959. Aberto de terça a domingo, das 10h às 18h. Entrada: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia-entrada). Estudantes, professores e idosos têm direito a meia-entrada. Entrada gratuita todas as terças-feiras. 

Centro Cultural FIESP

Centro cultural fiesp - foto-Everton Amaro.jpg (338 KB)
Centro Cultural Fiesp aglutina diferentes atividades. | Foto: Divulgação

Teatro, galeria de arte, cafeteria, espaço reservado a exposições e ainda um jardim externo fazem parte do Centro Cultural FIESP. O local recebe mensalmente espetáculos musicais e teatrais, exposições fotográficas, sessões de cinema e muito mais. A programação para o público infantil inclui oficinas, vivências, contações de história e teatro, além de outras atividades com entrada gratuita. Você pode acompanhar a programação pelo.

Telefone: 3528-2000. Segunda a domingo, das 12h às 20h. Entrada gratuita.

Fundação Cultural Ema Gordon Klabin

ema klabin - divulgação.jpg (420 KB)
Foto: Divulgação

“Casa-museu” é o modo autoexplicativo como o espaço da Fundação Cultural Ema Kablin costuma ser chamado. Na década de 90, os ambientes foram abertos ao público. Em 900 m2, as famílias podem conferir obras americanas e europeias. Para ficar por dentro da programação infantil, basta consultar o site.

Telefone: 3897-3232. Aberta de quarta a sexta, para visitas com educador ou para grupos (entrada: R$ 5 ou R$ 10). Aos fins de semana, visitação livre, das 14h às 17h (gratuita).

Museu da Casa Brasileira

MCB_Fachada_Jardim_Chema_Llanos_10.jpg (554 KB)
Museu da Casa Brasileira: de encher os olhos

O jardim de 6.000 m2 e a mansão dos anos 40 que sediam o Museu da Casa Brasileira já são motivos suficientes para a visita. O passeio é boa chance de conversar com as crianças sobre o modo de vida da São Paulo e do Brasil de outra época. As peças do acervo, com rica mobília dos séculos XVII ao XX, são de encher os olhos.

Telefone: 3032-3727. Terça a domingo, das 10h às 18h. Ingresso: R$ 10. Crianças de até 10 anos e adultos acima de 60 anos não pagam. Entrada gratuita para todos aos sábados, domingos e feriados. 

Museu Brasileiro da Escultura (MuBE)

Mube Flickr.jpg (506 KB)
MuBE: o amplo jardim é um convite às brincadeiras. | reprodução Flickr

 Com projeto arquitetônico de Paulo Mendes da Rocha e jardim projetado por Roberto Burle Marx, as dependências do MuBE valem sua visita tanto quanto as obras de arte, com destaque para a arquitetura. O espaço externo é perfeito para as crianças e os pais relaxarem.

 Telefone: 2594-2601. Terça a domingo, das 10h às 18h. Entrada gratuita.

Livraria Cultura

livraria cultura - divulgação.jpg (450 KB)
A programação infantil gratuita faz sucessso na Livraria Cultura do Conjunto Nacional.

Situada no Conjunto Nacional, essa é uma livraria onde não se entra apenas para comprar livros, mas para se perder entre eles. Além do acervo infantil, composto por livros-objeto, livros-brinquedo, jogos educativos, DVDs e CDs dos mais diversos estilos, a Livraria Cultura também oferece contações de histórias aos finais de semana, além de espaço para leitura. Fiqueà vontade se quiser se acomodar num dos pufesdisponíveis e ler para o seu filhote. Você pode conferir a programação completa no site.

Telefone: 3170-4033. Aberta de segunda a sábado, das 9h às 22h, e domingos e feriados, das 11h às 20h.

Museu da Imagem e do Som

mis facebook 3.jpg (321 KB)
Foto: Reprodução Facebook

Localizado no Jardim Europa, o MIS oferece aos visitantes vasta programação de exposições, espetáculos, sessões de cinema, cursos e oficinas, além de visitas educativas e atividades voltadas para o público infantil e educadores. É possível acompanhar os preços e a programação das atividades pelo site.

Telefone: 2117-4777. Entrada Gratuita (exceto certas exposições). Aberto de terça a sábado, das 10h, às 21h, e domingos, das 10h às 19h.

Livraria da Vila

livraria da vila facebook.jpg (83 KB)
Foto: Reprodução Facebook

O subsolo da Livraria da Vila é dedicado à ótima seleção de livros infantis, e no auditório há, frequentemente, atrações gratuitas destinadas às crianças. Vale a pena ficar atento à programação, que se renova mensalmente.

Telefone: 3062-1063. Aberta de segunda a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos, das 11h às 20h.

Shopping Iguatemi

Iguatemi Facebook.JPG (235 KB)
Primeiro shopping de SP, o Iguatemi conta com teatro e salas de cinema. 

Primeiro shopping do Brasil e da América Latina, ele foi inaugurado em 28 de novembro de 1966. Com mais de 300 lojas, incluindo grifes internacionais de alto luxo, além de cinco salas de cinema e um teatro, o centro de compras tem atrações sazonais voltadas para crianças e adultos (como a pista de patinação no gelo, durante o último inverno). A programação é informada pelo site e pelas redes sociais do shopping.

Telefone: 3048-7305. Aberto de segunda a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos, das 11h às 22h. Site: www.iguatemisp.com.br

Shopping Cidade São Paulo

thumbnail_Shopping Cidade 2017.jpg (371 KB)
Foto: Divulgação

Shopping Cidade São Paulo Equipado com 160 lojas, além de teatro, cinema e jardim, o Shopping Cidade São Paulo está próximo ao Masp e ao Parque Trianon. O local oferece mensalmente atividades infantis com entrada gratuita, e é possível acompanhar a programação pelo site. O jardim do shopping abriga espécies nativas em mais de 2.000 m2 de área verde, decorado com mesas e bancos, que o visitante pode aproveitar.

Telefone: 3595-1230. Funcionamento das lojas: segunda a sábado, das 10h às 22h, e domingos e feriados, das 14h às 20h Praça de alimentação: de segunda a domingo, das 11h às 22h.

 A Paulista é nossa

Um mágico exibe seus truques para entreter as crianças, e o Mickey acena e posa para fotos, enquanto um recreador ensina como fazer bolas de sabão gigantes. Não, não se trata de uma festa infantil, dessas cheias de atividades. É só mais um domingo regular na Avenida Paulista fechada para carros. Aliás, na Paulista abertapara as pessoas.

O casal Else Maya Suzuki e José Fernandes Valadares mora na Zona Sul de São Paulo, mas aos fins de semana não abre mão de frequentar a avenida com as crianças, Mariana, de 4 anos, e Pedro, de 6. “Ela ama observar os artistas de rua. Quando alguém está cantando, para e começa a dançar”, conta a mãe. Já Pedro é mais elétrico e prefere praticar algum esporte. “Trazemos patinete e bicicleta, eles roveitam”, diz.

Mariana e Pedro são parte do público que chama atenção por sua fofura. É comum ver os muito pequenos ainda dando passos vacilantes pelo asfalto, quando a via parece se transformar na praia do paulistano. Crianças brincando de bambolês, tomando sorvete ou sendo carregadas nos ombros pelos pais dão o tom família da programação. Desde outubro de 2015, a Paulista é fechada para carros num trecho de mais de 2,5 km entre a Rua da Consolação e a Praça Oswaldo Cruz, no Paraíso. Uma ocupação do espaço público que mistura diferentes públicos e faixas etárias para recarregar as energias antes de mais uma semana de trabalho.

mapa_jardins.png (266 KB)
O mapa da mina dos Jardins.