Consulte a Melhor Programação para o seu filho

Consulte a melhor programação para o seu filho

Ver todas as atrações


História de Mãe: 'Como superei as dificuldades da transição alimentar'

26 de Julho de 2017 | História de mãe

Por Camila Verdeja

pequenogourmet_divulgacao.jpg (247 KB)
Foto: Pequeno Gourmet / Divulgação

 

Todo mundo conhece ou convive com alguma criança com paladar seletivo, não é? Que dá trabalho na hora de sentar-se à mesa, que só come determinados alimentos ou texturas e recusa os mais nutritivos. Eu não fui propriamente uma menininha fácil para comer. Embora a minha mãe cozinhasse divinamente, eu era muito seletiva. Dificilmente comia pratos preparados por outras pessoas e gostava mesmo de produtos industrializados.

Mas a minha história de amor com a cozinha começou a mudar quando percebi que era possível demonstrar afeto por meio da comida. Conquistei o Marcos pela barriga! Lutador de jiu-jítsu e bom de garfo, não foi difícil estabelecer uma rotina saudável em casa. O tempo passou, engravidei e nove meses depois chegou o Santiago.  

Quando o meu bebê iniciou a transição alimentar, comecei a pensar nas diferentes formas de apresentar os alimentos para ele, preparando as papinhas com vários tipos de ingredientes.

Além de combinar os sabores,  tinha o cuidado de criar um ambiente divertido e de muita interação. Como? Fazendo da refeição um momento em família, usando músicas e brinquedos como ferramentas e estímulos. Além disso, sempre tive como aliado o meu amor por livros de cozinha e o desejo de ver o Santiago crescer saudável.

Olhando para trás, confesso que cometi um grande erro nessa fase: deixei de explorar a variedade de texturas, que é uma parte importante quando falamos na construção do paladar infantil. O que acarretou um problema de mastigação no Santiago, contornado com o auxílio de uma amiga fonoaudióloga.

Aliás, foram as minhas amigas que sugeriram a criação de um blog para dividir as minhas receitas e dicas. E lembrando das minhas próprias dificuldades alimentares quando pequena, me entusiasmei com a ideia de poder ajudar outras famílias.

Munida de muita informação sobre alimentação infantil colhida em livros, estudos, artigos e consultando especialistas, em junho de 2015 lancei o Pequeno Gourmet: um espaço para inspirar mamães e papais na formação do paladar por meio da nutrição afetiva. Hoje, o nosso site tem uma média de 63 mil acessos e 36 mil visitantes/mês únicos. São 209 mil seguidores no Facebook e 8.225 no Instagram.

Do lançamento pra cá muita coisa mudou: saímos de Campinas, interior de São Paulo, e fomos para Miami, nos Estados Unidos. Toda mudança é um desafio, mas isso não atrapalhou os nossos hábitos e rotina. Na verdade, foi mais um estímulo para continuar criando receitinhas divertidas para o Santiago.

O meu objetivo com o Pequeno Gourmet é mostrar que nunca é tarde para transformar velhos costumes alimentares. É importante que as crianças participem do processo, ajudem no preparo e na decoração dos pratinhos. Garanto que você e sua família vão se divertir tanto quanto a minha!

 

Camila Verdeja é fundadora do portal de alimentação infantil Pequeno Gourmet
 
 

VOCÊ TEM UMA HISTÓRIA QUE QUER COMPARTILHAR COM NOSSOS LEITORES? ENVIE PARA REDACAO@CANGURUONLINE.COM.BR PARA NOSSA EDITORA AVALIAR! NÃO SE ESQUEÇA DE COPIAR UMA FOTO SUA COM SEU FILHOTE E SEUS DADOS PESSOAIS ;)