Consulte a Melhor Programação para o seu filho

Consulte a melhor programação para o seu filho

Ver todas as atrações


Londres de graça? Isso mesmo! Veja as dicas para curtir a cidade com a família

01 de Janeiro de 2018 | Colunas

Por Luís Giffoni

StMartinInTheFields_Reproducao.jpg (396 KB)

Que tal fugir um pouco do calor do nosso verão e curtir o inverno londrino? Os moradores da cidade dizem que janeiro é a melhor época para ir à terra do fog e dos fantasmas. O clima incrementa o mistério. Em mais de 2.000 anos de história, muitas histórias se acumularam. Algumas de arrepiar.

LONDRES também tem atrações fora da esfera ectoplásmica. Em geral, gratuitas. Os grandes museus, por exemplo, não cobram entrada. Você e seus filhos vão ao British Museum, visitam as múmias dos faraós e depois se encantam com as frisas do Pártenon e os templos assírios sem pagar um centavo. Ali perto, na British Library, todos verão um show de livros, com os mais velhos existentes no mundo como protagonistas. Também podem visitar a National Gallery e conhecer dezenas de quadros e estátuas famosas. Querem mais? Deem uma chegada ao Natural History Museum e vejam os dinossauros mais terríveis que já passaram pelo planeta. Tudo sem pôr a mão no bolso. Para gastar umas libras, que tal patinar em frente ao belo prédio do museu?

Se a família apreciar corais e música erudita, passem no fim da tarde pela igreja St. Martin-in-the-Fields (foto) ou pela igreja de São Paulo e, nos horários corretos, curtam o coral adulto ou infantil ensaiando suas apresentações. Se quiserem esbanjar, cheguem até o Castelo de Windsor, percorram todas as fortificações, vejam uma das maiores coleções de casas de bonecas da Europa. Um segredo: aguardem o final do expediente para conseguir autorização para entrar na capela de São Jorge, onde os ingleses recebem o título de “sir”. Ali, se derem sorte, poderão sentar-se na cadeira-trono de Ricardo Coração de Leão. Se derem muita sorte, a rainha Elizabeth poderá aparecer para a missa das 18h e dar um tchauzinho. Ela mora lá.

Se a curtição da família for ar livre, seu melhor destino sem desembolso é o Regent’s Park. Belas caminhadas, milhares de pássaros, esquilos, lagos, pontes, campos de futebol, casas de duendes e um bônus extra: a vista gratuita de muitos animais do Zoológico de Londres, que fica dentro do parque. Ao final, um chá ou chocolate arrematam bem o dia. Uma pena: não são de graça.

É possível passar semanas na capital britânica sem enfiar a mão no bolso. Basta se informar nos sites de atrações gratuitas. Os ingleses são especialistas em gastar pouco. Sobretudo com os fantasmas que, do nada, aparecem no meio do fog. Quem já viu diz que são mesmo de arrepiar.

 

Luís Giffoni é cronista, romancista e palestrante. Autor de 26 livros, tem nas viagens uma de suas paixões. Nelas aprende a diversidade do mundo e das pessoas, experiência que acaba traduzindo em suas obras. Neste espaço, dá dicas sobre como aproveitar o mundo com os pequenos. giffoni@canguruonline.com.br
 

Facebook-01.png (83 KB) Instagram-01.png (104 KB)