Consulte a Melhor Programação para o seu filho

Consulte a melhor programação para o seu filho

Ver todas as atrações


Uma dica para superar as crises de manha com equilíbrio

02 de Maio de 2018 | Mãe Profissional
baby-3363419_960_720.jpg (122 KB)
Foto: Pixabay

Por Adriana Goulart

Criança que não faz de tudo para chamar a atenção da mãe, não é criança. Maria encontrou uma forma rápida, simples e eficiente de me chamar: chorando.

Nas últimas semanas emendei sábados, domingos e feriados trabalhando em um projeto. Assim, atenção para a pequena ficou em segundo plano no período. Não adiantou conversar, mostrar que a mamãe estava fazendo tarefa, o fato de eu postergar o brincar de Polly, Barbie e casinha, já era motivo para manha.

Meu marido segurou a onda. Fez de tudo para satisfazer as vontades de uma menina de 4 anos. Enquanto estava a sós com ela, tudo corria bem. Era só eu chegar e pronto, choro, tristeza e mágoa pairavam no ar.

Enquanto isso, o tempo passava, o trabalho acumulava e a paciência, inversamente proporcional à manha, pelo menos para mim, chegou ao limite. Fiz os cálculos, 1 hora de Barbie, outa para o desenho animado, almoçar e lanchar, não iriam me matar, nem atrasar tanto o projeto. Bora brincar!

Separei as manhãs para estarmos juntas e as tardes para o trabalho. A manha mudou para leveza, tanto para Maria, quanto para mim.

Percebi que o equilíbrio é necessário para os momentos de turbulência e não para os de calmaria. É no caos que precisamos tirar da cartola a sensatez e a calma e novamente priorizar. Aprendi que o filho em primeiro lugar dá lugar para todas as outras coisas de uma mulher, mãe e profissional.

A gente nasce mulher e se torna mãe, a maior turbulência que qualquer ser humano pode passar. Acontece que é para sempre e é muito bom!

Facebook-01.png (83 KB) Instagram-01.png (104 KB)