Consulte a Melhor Programação para o seu filho

Consulte a melhor programação para o seu filho

Ver todas as atrações


Uma brincadeira natalina para entender como os computadores funcionam

20 de Dezembro de 2018 | Techkids
christmas-1869902_1280.jpg (87 KB)
Foto: Pixabay

 

Por Luciana Louro

No último artigo, falamos da relação entre o sistema binário e o funcionamento do computador. Mas teoria sem vivência concreta não funciona na infância. Por isso, hoje venho propor uma brincadeira para introduzir o conceito de sistema binário em crianças a partir dos 5 anos. Trata-se de ajudar sua filha ou seu filho a entender o conceito de 'on' e 'off'  no computador, relacionando-o aos algarismos 0 e 1. 

O que sua filha ou filho aprenderá:

  • Compreender como um computador interpreta uma informação.
  • Compreender o que é a linguagem das máquinas (o sistema binário).
  • Entender que todos os computadores, celulares, tablets e televisões digitais (entre outros dispositivos) compreendem os comandos por meio do sistema binário (0 e 1s).
  • Mobilizar conhecimentos acerca da eletricidade.

O que vocês vão aprender juntos:

  • Discutir, descobrir, criar e concretizar ideias.
  • Trabalhar em equipe, cumprindo os combinados pré-estabelecidos.
  • Divertir-se aprendendo algo novo.
  • Manter a organização do espaço de trabalho.
  • Guardar corretamente os materiais usados, entreajudando-se em família.

Do que você vai precisar:

  • Materiais de colagem (bolinhas de papel crepom, lantejoulas grandes, pedaços bem pequenos de tecido – veja o tamanho dos quadrados da tabela do desenho natalino). Você também pode usar lápis de cor ou giz de cera. Neste caso, aconselha-se imprimir uma folha branca.
  • Um transistor grande e um chip (opcional).
  • Imagem do transistor e do chip impressas (no caso de não ter um transistor ou um chip). Link abaixo.

https://drive.google.com/file/d/1sJfwmWmAdV5G38RAZLERdafWmouRp1y1/view?usp=sharing

 

Tempo previsto:

         Esta brincadeira dura 1h20 no máximo, incluindo a organização do material. Mas é bom repeti-la com outros desenhos. Você pode pegar a ficha de desenho binário vazia e inventar novos desenhos secretos (lembrando que os quadrados com 1 serão preenchidos e os quadrados com 0 ficarão vazios). Outra sugestão é imprimir a ficha vazia e deixar seu filho ou filha criarem seus próprios desenhos, inserindo 1 nas casas que deverão ser preenchidas e 0 nos quadrados que ficarão vazios.

Organização do espaço da brincadeira

Quando vamos aprender brincando é preciso organizar o espaço. A organização ajudará as crianças a compreenderem melhor as brincadeiras e fará com que o tempo também seja mais bem aproveitado. Por isso todas as sugestões que usamos aqui, e que são adaptadas das práticas do IMATech, virão com dicas de como organizar melhor esse momento lúdico com seus filhos ou filhas.

         Inicie a brincadeira em um sofá, no chão ou na mesa com o computador, tablet ou celular em suas mãos. Organize, separadamente, um espaço plano reservado para os materiais de colagem e a ficha de desenho natalino (de preferência, uma mesinha com cadeiras apropriadas para o tamanho da sua filha ou filho).

Deixe os materiais de colagem visíveis, separados e em lugar de fácil acesso. Peça para que as crianças mantenham a organização da mesa de colagem. Quando for iniciar a brincadeira de colagem, deixe o celular, o tablet ou o computador usado para a introdução longe do alcance das crianças. Tal cuidado facilitará a concentração delas na proposta. No final da brincadeira convide seu filho ou sua filha para a limpeza e organização dos espaços utilizados.

Introdução

Comece perguntando para a sua filha ou o seu filho se ele ou ela sabe o que acontece quando algum símbolo na tela do computador, tablet ou celular é clicado. Se você propôs a brincadeira do input e output (a do bolo de chocolate, veja post sobre o asssunto), procure verificar se a criança lembra desse princípio. Caso contrário, explique que quando clicamos em um ícone na tela desses dispositivos estamos “falando” para o computador que queremos que ele inicie ou abra um programa.

Esclareça que todos os desenhos, imagens, sons e aplicativos que temos dentro dos computadores são construídos na forma de programas computacionais. Esses programas são listas de tarefas a serem cumpridas pela máquina em um tempo determinado (aqui você pode lembrar o princípio do algoritmo caso tenha proposto a brincadeira da Ada Lovelace ).

Essas listas são escritas por pessoas na forma de linguagens de programação. No entanto, o computador tem um segredo que poucos sabem: ele só compreende os números 0 e 1.

Apresentando os transistores, a base do 0 e 1

  • Por que o computador só compreende 0 e 1? Por que dentro da máquina tem umas pecinhas muito pequeninas que se chamam transistores.
  • Caso tenha o transistor mostre-o para a criança. Explique que, nos computadores, eles são minúsculos e ficam dentro de um chip. No caso de não possuir um transistor ou um chip, mostre as imagens impressas.
  • Em seguida, diga que todos os transistores podem funcionar como pequenos interruptores de eletricidade.
  • Comente que eletricidade é a energia que faz as luzes da casa acenderem, os brinquedos eletrônicos funcionarem e até a geladeira (resuma essa explicação, deixando para aprofundar esse tema em outro momento).
  • Vá até o interruptor da sua sala apague a luz e fale: quando apertamos o interruptor de luz assim o que acontece com a luz? Deixe as crianças responderem que ela apaga.
  • Depois, pergunte: e seu eu quiser acender a luz, o que eu faço? As crianças vão responder que você deve apertar novamente o interruptor.
  • Após essa experiência, pergunte: quando vocês acham que a eletricidade passa pelo interruptor? Quando a luz está apagada ou acesa? Deixe as crianças pensarem e fale que quando a luz está acesa significa que a eletricidade passou pelo interruptor e quando ela está apagada significa que ela não passou.
  • Acenda a luz e fale: quando o transistor está ligado, o computador recebe a mensagem de On (ligado em inglês); quando ele está desligado, ele recebe a mensagem de Off (desligado em inglês). O On dentro do computador equivale ao número 1 e o Off equivale ao número 0. Todas as informações que o computador recebe são compreendidas na forma de 0 e 1 ou On (quando a eletricidade passa pelo transistor) e Off (quando a eletricidade não passa pelo transistor).
  • Terminada a explicação, leve as crianças para a mesa onde estão o desenho e os materiais para colorir ou fazer a colagem (ou os dois, se você preferir). Lembre-se de escolher materiais adequados para a idade das crianças – se elas forem pequenas, evite materiais muito pequenos.
  • Converse sobre os procedimentos para usar o material (tampar a cola após usá-la, se for cola líquida usar só um pingo de cola por lantejoula, passar pouca cola no espaço a ser preenchido, devolver os lápis para o estojo após usá-los etc.).
  • Sublinhe que nenhum material deve ser levado à boca. Se for usar lápis apontado, ensine a criança a mantê-los longe dos olhos dela e de outros amigos ou irmãos próximos. Permaneça presente e atento o tempo todo. Lembre-se: é o seu momento com sua filha ou filho: aproveite 100% e desligue-se do resto!
  • Se a criança já for alfabetizada esconda o enunciado da tabela com um pedaço de papel ou dobre a folha de modo a ocultar as instruções escritas.
  • Mostre a tabela para a criança e pergunte: se você fosse um computador quais quadrados você preencheria? Você preencheria os quadrados com 0 ou com 1? Deixe-a deduzir que um computador preencheria os quadrados que possuem o 1. Sublinhe que os celulares, tablets e televisões digitais fariam a mesma coisa.
  • Após o desenho pronto, conclua que 0 signifca off: quando não acontece nada no computador (ou qualquer outro dispositivo que use a tecnologia digital). Já 1 significa On: quando o computador faz alguma coisa.

Para continuar mais tarde:

Repita a brincadeira convidando a criança a criar seu próprio desenho binário, escrevendo o algarismo 1 nos quadrados que deverão ser preenchidos. Neste momento você pode inverter os papeis e fazer a atividade que sua filha ou filho preparou. Outra sugestão é propor a atividade, preparada pela criança, para algum amigo (ou irmão). Se a criança convidada já tiver participado da primeira brincadeira, só será preciso fazer uma pequena revisão. Caso contrário, recomece tudo e peça ajuda da sua filha ou do seu filho para explicar a língua “secreta” das máquinas. Divirtam-se!

Aguarde: Nas próximas brincadeiras, vamos fazer pulseiras de amizade binárias, desvendar mistérios e muito mais!

  

Facebook-01.png (83 KB) Instagram-01.png (104 KB)