Consulte a Melhor Programação para o seu filho

Consulte a melhor programação para o seu filho

Ver todas as atrações


Os sonhos deles

14 de Setembro de 2018 | Meu Dinheirinho
acampamento-pixabay.jpg (210 KB)
Foto: Pixabay

 

Por Carlos Eduardo Costa

Desde o momento do nascimento dos filhos, os pais já começam a projetar o futuro deles. E muitas vezes, fazendo planos para algumas datas específicas. Sonham com a festa de 15 anos, com o intercâmbio na adolescência, com o carro para marcar a chegada aos 18 anos. Mas será que esses serão os sonhos deles nestas idades? Ao invés da festa, a filha poderá desejar uma viagem com um grupo de amigas. Ao invés do carro, o filho pode desejar um curso no exterior.

E como os pais podem ajudar a garantir a realização dos sonhos dos filhos? Com planejamento. Ajudando os filhos a garantirem pouco a pouco a realização destes sonhos. Inserindo no cotidiano deles o mundo da poupança e dos investimentos. E cuidando destes investimentos no início da vida deles.

E é o que temos feito aqui em casa. No dia que Maria Eduarda saiu do hospital fui ao banco onde tinha conta e fiz um plano de previdência para ela. Meu objetivo não era garantir sua aposentadoria, mas sim garantir a realização de algum sonho dela quando completasse 18 anos. E comecei a fazer pequenos depósitos mensais debitados em minha conta. Iniciei contribuindo com R$ 110,00 e hoje o valor está em R$ 180,00. A projeção é que ela tenha entre R$ 40 mil e R$ 50 mil (em dinheiro de hoje) ao completar dezoito anos. Mais do que suficiente para realizar uma viagem ou comprar um carro. Mesmo que na época eu não tenha condições financeiras de realizar esse sonho.

Para o João Pedro, também fizemos o mesmo. Como é o segundo filho, acabou atrasando um pouco. As contribuições começaram quando ele já tinha 3 meses. A burocracia também dificultou. No caso dele, já foi necessário CPF em nome dele para começar a investir.

Desta forma estamos trabalhando em sonhos que eles terão no longo prazo. Mas podem ajudar também na realização de sonhos de curto e médio prazo.

Para tal, abri para cada um dos meus filhos uma caderneta de poupança. E para lá vai o valor das moedinhas dos cofrinhos que abrimos de tempos em tempos. No caso da Duda, já vai também alguma economia que ela faça da sua semanada. O dinheiro da poupança normalmente é utilizado quando vamos fazer uma viagem. Acaba servindo para a Duda comprar algo na viagem que ela goste bastante. E isso ajuda a treinar com ela o processo de escolhas. Com certeza o dinheiro dela não dá para comprar tudo que ela gostaria. Ela tem de priorizar. Decidir o que para ela é mais importante.

Em 2014, estávamos pesquisando uma colônia de férias para ela. Normalmente em janeiro, ela ia para a colônia do clube onde somos sócios. Mas o preço do pacote havia subido muito e começamos a procurar outras opções. Quando ela ficou sabendo que iria para outra colônia, disse que não queria, pois preferia a do clube. Argumentei que o preço dessa colônia estava muito caro. Ela me perguntou então sobre a poupança dela. Se o dinheiro daria. Eu falei que sim, mas disse que se ela usasse, não teria dinheiro para gastar na próxima viagem. Ela respondeu que por ela tudo bem, que a prioridade era a colônia de férias do clube. E assim fizemos.

Os investimentos que escolhemos podem não ser os melhores. Hoje existem alternativas mais rentáveis. Mas isso é tema para outro post.