Consulte a Melhor Programação para o seu filho

Consulte a melhor programação para o seu filho

Ver todas as atrações


O que fazer quando meu filho não cumprimenta ninguém? 5 dicas de ouro

24 de Maio de 2018 | Mães Que Educam

timidez-infancia-babycenter.jpg (72 KB)

Sala cheia: avós, tios, primos, amigos e alguns desconhecidos. Todos conversam animadamente. Mãe e filho entram juntos e ao ver tantas pessoas, o menino, de “cara fechada”, se esconde atrás das pernas da mãe e não quer saber de cumprimentos. Nesse momento já se pode ouvir:

– Menino, cumprimenta! Vão pensar que eu não te ensinei.

– Meu filho não tem jeito, não cumprimenta ninguém!

É comum presenciar cenas como essa: mãe preocupada em mostrar que o filho tem boas maneiras. Cumprimentar as pessoas, principalmente os familiares, é sinal de boa educação. Será?

O que os outros pensam sobre nós é importante e tem a ver com a nossa autoestima. Por outro lado não podemos permitir que a criança se sinta constrangida.

Entrar em uma sala com muitas pessoas pode não ser fácil para os adultos e muito menos para as crianças. Pior ainda se as pessoas são desconhecidas.

Nós, adultos, conseguimos superar o possível constrangimento, mas muitas crianças se sentem envergonhadas diante de pessoas com as quais não convivem e isso as impede de dispensar calorosos cumprimentos bem educados.

A criança é espontânea. Isso nos dá pistas das dificuldades que ela tem em determinado momento da vida. Como adulto experiente, podemos ajudá-las a vencer.

Então, veja o que fazer para ajudar seu filho a vivenciar, aprender e compreender como é bom dar e receber cumprimentos:

1- Eduque pelo exemplo:

# Cumprimente seu filho sempre que for sair e sempre que chegar em casa.

# Fale para seu filho como você se sente quando recebe um cumprimento dele ao chegar em casa.

# Converse com seu filho, só vocês dois, “olho no olho”, sobre a importância de cumprimentar as pessoas. Dê como exemplo o que vocês sentem quando se cumprimentam.

# Lembre-se de cumprimentar as pessoas, principalmente quando estiver com seu filho. Ele está aprendendo com você.

2- Eduque em particular:

Caso ele não cumprimente as pessoas, fale com ele, “olho no olho” sobre esse comportamento, mas em particular. Não temos que controlar, temos que cuidar e educar.

Ensinar aos filhos a cumprimentar as pessoas ao chegar e ao sair é um valor que levamos para a vida inteira. Ganha quem cumprimenta, ganha quem recebe o cumprimento – mas lembre-se: sem constrangimentos.

 

 Facebook-01.png (83 KB) Instagram-01.png (104 KB)