Consulte a Melhor Programação para o seu filho

Consulte a melhor programação para o seu filho

Ver todas as atrações


Ensine seu filho pequeno a comer melhor em 8 passos

15 de Fevereiro de 2018 | Mães Que Educam

bebe-comend-crianca-melancia.jpg (75 KB)Por Cristina Cançado


Júlia tem 3 anos e sua base alimentar é mamadeira com leite e achocolatado. A mãe não sabe mais o que fazer para que ela aceite outros alimentos. Sente pavor de a filha adoecer, não crescer, não sobreviver!

Você se identifica com essa mãe?

Seu filho não se alimenta bem. Ele não quer saber de legumes, verduras e frutas. E não é por falta de você oferecer. Uma grande ansiedade se instala e as refeições se transformam em conflitos intermináveis. No final, exausta, você se sente culpada e sem saber o que fazer. Saiba que a solução pode estar nas suas mãos.

Quando a criança começa a ter maior domínio do seu corpo, fica encantada com o mundo à sua volta e com todas as descobertas que pode fazer. Brincar passa a ser prioridade para ela e comer deixa de ser interessante. Esse é um comportamento próprio da idade.

No entanto, a brincadeira e a curiosidade não impedem a criança de aprender a ter gosto por alimentos saudáveis. Ela pode construir uma relação de amor com o que come e levar essa aprendizagem pela vida afora.

Veja o que fazer diante dessa criança que deseja mais brincar do que comer:

1º- Dê uma olhada na rotina do seu filho e saiba como estão os horários das refeições dele. Quem sabe ele não está de barriguinha cheia bem na hora do almoço?

2º- Avise seu filho quando estiver faltando alguns minutos para a hora da refeição. Esse aviso é importante para dar tempo de interromper a brincadeira, lavar as mãos e voltar a atenção para o momento de comer.

3º- Envolva seu filho, na medida do possível, na escolha e preparação dos alimentos. Mãe e filho juntos na cozinha pode render boas brincadeiras.

4º- Prefira alimentos caseiros e frutas da região em que vocês vivem. Além de mais saudáveis, são mais saborosos.

5º- Ofereça os alimentos tais como eles são, sem disfarçar. Seu filho tem o direito de saber o nome de cada alimento, sentir o sabor, a textura, o cheiro e a temperatura de cada um.

6º- Ofereça pequenas porções. Criança não come como adulto. Esqueça a ansiedade e não seja insistente. Se ele quiser, vai pedir mais.

7º- Façam todas as refeições em volta da mesa com a família reunida sem televisão ligada, sem celular e sem brinquedos por perto. Além de ser um momento para guardar boas lembranças, é também uma boa oportunidade para ensinar seu filho pelo exemplo.

8º- Procure ter paciência. Pais ansiosos podem reforçar a indiferença da criança pelos alimentos e as coisas podem piorar.

Comer é prazer! Não podemos tirar isso da criança. Ela tem direito de experimentar, de conhecer os sabores e decidir do que ela gosta e do que ela não gosta e de levar isso pela vida afora. Para que seu filho aprenda isso ele precisa de você.

Alimentar o corpo é sagrado. Na nossa memória afetiva há muitas lembranças ligadas aos alimentos da infância.

Então, que seu filho tenha muitas lembranças boas e felizes do que ele aprendeu e viveu em família.

 

Facebook-01.png (83 KB) Instagram-01.png (104 KB)