Consulte a Melhor Programação para o seu filho

Consulte a melhor programação para o seu filho

Ver todas as atrações


A cura da criança Interior como alicerce para o sucesso

02 de Outubro de 2018 | Empreender e Maternar
foto-crianca-antiga-673589_1280.jpg (73 KB)
Foto:Pixabay

 

Por Vanessa Ribeiro

Nesta jornada empreendedora a maior luta que enfrentei foi a minha guerra interior. Aprender a rejeição e a frustração não foi fácil, mas foi incrível. E neste processo, acolher a minha criança interior foi arma do sucesso.

A criança interior é a nossa psique. É a nossa coleção de traumas e alegrias responsáveis pelos sucessos e insucessos em todas as áreas da sua vida.

É o nosso inconsciente.

É com ela que temos que nos conectar para trabalharmos as nossas angústias e fortalecermos os nossos pontos positivos.

Neste artigo eu quero compartilhar com você 4 passos para curar as feridas da sua criança ferida.

 

  1. A Dor que Te Persegue

 É preciso entrar em contato com a dor que te persegue desde a infância e validar esta dor. Não fomos ensinados a trabalhar as nossas emoções e com isso fomos jogando para o porão do subconsciente tudo aquilo que nos feriu. É hora de se reconectar com isso.

Muitas clientes me dizem que não têm memória da infância e está tudo bem pois, durante este processo, conseguimos nos conectar com o que mais importa: a DOR central. O sentimento que te norteia é o mesmo que a sua criança sentiu.

  1. A Essência Esquecida

 Aquela criança que dorme dentro de você também carrega uma essência. Um valor profundo e intrínseco em tudo que faz e busca. Se agarrar a este valor te dará forças para seguir a sua jornada.

  1. Os 5 Sentidos

Procure passar uma semana se reconectando com a sua criança interior através dos 5 sentidos.

Ouça as músicas da sua infância, procure conversar com amigos ou primos com quem brincava junto, busque um cheiro e um paladar daquela época, quem sabe um bolinho de chuva ou talco da vovó? E que tal assistir pica-pau ou cavalo de fogo?

Depois desta etapa certamente alguma memória virá e se não vir, não tem problema, lembre-se que o que importa é o sentimento.

  1. Foto

Pegue uma foto sua de quando criança e diga para ela o quanto você a ama e que ela não tem culpa de nada, você fez o melhor que pode e merece ser feliz.

Tudo o que a sua criança interior precisa saber é o quanto ela é amada, querida. Ela precisa se sentir segura e acolhida. Muitas vezes ela teve medo e se sentiu culpada por ter agido errado, e por longos anos carregou isso no seu coração. É hora de lhe dar também o perdão e a aceitação.

Fale para ela das duas forças, do quando ela é carinhosa, esperta, criativa. Lembre-a de sua essência.

Cuide desta criança como gostaria de ser cuidada. E lembre-se que o adulto não faz birra, quem o faz é a criança ferida que está lá dentro precisando ser acolhida.

 

Beijos no coração e até o próximo post.