Consulte a Melhor Programação para o seu filho

Consulte a melhor programação para o seu filho

Ver todas as atrações


A carta de Papai Noel e o presente de Natal que chegou atrasado

23 de Fevereiro de 2018 | Sem Manual

papainoel7.jpg (140 KB)

Teresa teve que se haver com uma situação incomum no último Natal. Com rigor, a garota de 9 anos percorreu com a antecedência necessária o protocolo natalino dedicando cuidados à escolha do presente e atenção ao envio da carta para o mais ilustre morador da região da Lapônia.

Mas Teresa foi surpreendida. No dia 25 de dezembro não havia sob a árvore o regalo de sua escolha; havia uma carta e alguns mimos. Na correspondência, Noel apresentava as desculpas e as justificativas para a inesperada situação.

Decepcionada, a princípio, a garota aguentou firme e me contou que, apesar da imensa ansiedade de ver e tocar o objeto do desejo, havia uma certeza: Noel cumpriria a promessa.

A confiança de Teresa fundamentou-se na carta recebida no dia de Natal. E mesmo sendo difícil esperar, ela não deixou de acreditar. Mas o meu coração doía quando acompanhava a busca diária de minha filha. Teresa acordou todas as manhãs e correu rumo à sala, já sem a árvore e as decorações de Natal. Em vão... 

A escrivaninha, o presente escolhido, enfim chegou. Foram quase 60 dias de espera. Neste final de semana, vamos nos dedicar à montagem. Noel e seus duendes avaliaram que o melhor era termos essa missão em família.

A espera de Teresa foi, enfim, um inesperado presente: uma demonstração de compreensão e resiliência. Obrigado, Teresa! Obrigado por não deixar de acreditar!

Transcrevo, a seguir, a missiva de Noel.

 

"Linda Teresa!

Eu e meus duendes trabalhamos muito, mas não conseguimos fabricar a sua escrivaninha branca a tempo de entregá-la no Dia de Natal. Não fique decepcionada comigo, não fique decepcionada com o Natal. É que este ano foi difícil, diferente. Não é comum, mas mesmo aqui, na Lapônia, há problemas. A magia não resolve tudo, pois temos que nos empenhar e muitas vezes, até para mim, é difícil. A beleza da vida, essa beleza que você carrega no seu sorriso, é termos sabedoria para enfrentarmos situações inesperadas e, com amor e carinho, as superamos. Confio em você, acredito que você vai me entender!

Enfrentamos problemas para conseguir material para produzir alguns presentes (você sabe, não compramos nada, produzimos tudo aqui no Polo Norte), mas vamos continuar trabalhando e vamos entregar o seu presente e também de outras crianças! Pode ficar esperando a sua escrivaninha. Já deixei sob a árvore de Natal uma caixa de lápis de cor, um caderno especial e um aparador de livros. Vai ficar tudo muito lindo na sua escrivaninha!

Leia essa carta em voz alta, leia para o seu irmão Lucas, para a sua mamãe Kely e para o seu papai Marcílio. Diga para os seus pais que sinto saudades deles, sinto saudades de quando eles me escreviam e de quando eles ficavam na noite de Natal à minha espera. Diga a eles para não deixarem de acreditar, nunca! Um beijo e um abraço muito carinhoso. Feliz Natal!

Santa Claus"

 

 Facebook-01.png (83 KB) Instagram-01.png (104 KB)