Consulte a Melhor Programação para o seu filho

Consulte a melhor programação para o seu filho

Ver todas as atrações


Com segunda geração de fãs, Palavra Cantada lança 12º DVD no Mês das Crianças

01 de Outubro de 2017 | Diversão

Por Sabrina Abreu

PalavraCantada_Divulgacao2.jpg (176 KB)

Há 21 anos, o Palavra Cantada divulgava Sopa, canção infantil que hoje tem lugar assegurado entre as mais conhecidas do Brasil. A maioridade dessa composição, completada neste ano, é um marco na carreira da dupla composta por Sandra Peres e Paulo Tatit e celebra o convívio com a segunda geração de fãs. Muita gente que ouviu o som da dupla durante a infância na década de 1990 já se tornou adulto e voltou a curtir as músicas com seus filhos.

Mantendo a tradição de sempre apresentar novidades em outubro, Mês das Crianças, Sandra e Paulo lançam Bafafá, 12º DVD da carreira da dupla, que também tem 16 CDs. Ele traz 14 vídeos, entre os quais uma regravação do clipe de Sopa. Feito em animação, o vídeo demorou cinco meses para ficar pronto e conta com participações especiais. Além de Sandreca e Pauleco, os bonecos inspirados na dupla Palavra Cantada, outras vozes, de netos de importantes nomes da música popular brasileira, aparecem. Participaram Laura, neta de Roberto Carlos, Flor, neta de Gilberto Gil e filha da cozinheira e apresentadora Bela Gil, e José e Rosa, netos de Caetano Veloso e filhos de Moreno Veloso, entre outras crianças com sobrenome marcante na MPB.

Mas será que faz sentido oferecer um produto físico a uma geração tão afeita aos conteúdos disponíveis na internet? A musicista aposta que sim. “No aniversário de uma criança, você não dá um pen-drive ou um link, dá um produto. A criança gosta de pegar, de tocar, de levar para o carro”, justifica. Paulo completa: “Gosto muito da ideia da coleção, de estar cercado daquilo que você ama. Tenho coleções de discos do Chico, do Jorge Ben Jor, do Caetano e, para mim, é um orgulho tirar uma foto tendo os meus discos atrás como cenário. É meu gosto na vida”.

Juntos em 23 anos de estrada, não faltou quem pensasse que Sandra e Paulo fossem casados. Mas a dupla dá risada disso. Afinados pela longa parceria, o processo criativo se dá “de todas as maneiras”, segundo Paulo. Fazem composições à distância, durante as férias, em reuniões com outros parceiros ou em dupla, quando têm ideias no mesmo momento.

PalavraCantadaDivulgacao4.jpg (248 KB)“Tenho tido uns ‘downloads’ às 4h e já acordo com uma música”, revela a cantora, que tem formação lírica pela Faculdade de Música do Conservatório Dramático e Musical de São Paulo. Uma faixa que nasceu numa madrugada produtiva foi o Sambinha da Fralda Molhada, uma das canções inéditas de Bafafá. A dica para a composição veio da interação com o público pela internet. “Uma fã mandou uma mensagem no Facebook: ‘Vocês não podem fazer uma música sobre fralda e sobre desfralde?’”, lembra a dupla.

As sugestões de pais são cada vez mais frequentes nas redes sociais, mas ainda é a experiência com os pequenos que rendem mais histórias e músicas. “Não escolhi ser mãe, mas sempre me inspiro nas crianças com quem convivo, como o meu sobrinho de 10 anos, Felipe”, afirma Sandra. Vindo de uma família grande, Paulo aproveitou as sobrinhas para formar o que ficou conhecido como o “coro das primas”, vozes infantis com participação nas gravações do início de carreira. Suas filhas, Lua, de 34 anos, e Luiza, de 9, também já fizeram parte do vocal. Há um ano, ele virou avô de Fidel. “Nessa fase, você volta a conviver de novo com crianças e com a chupeta, revive tudo”, diz.

Ao lado de pais e filhos, outro público-alvo muito especial para o Palavra Cantada são os professores. O duo credita aos docentes parte importante do sucesso que alcançou. “Foram os professores que levaram as nossas músicas para as salas de aula e multiplicaram muito o nosso trabalho”, frisa Sandra.

Arranjos elaborados e letras criativas são marcas do repertório do Palavra Cantada. “Não fazemos música com ‘nhenhenhém’, queremos falar diretamente para a criança, buscamos o que funciona para ela”, explica. E como funciona! Eles já venderam mais de 4,5 milhões de discos. O mais recente, lançado em julho, é uma coletânea com versões remixadas e mais animadas de hits das últimas duas décadas. Baladinha é o nome do álbum que quer deixar músicas delicadas, como Ciranda, prontas para competir com o barulho de uma festinha infantil e fazer sucesso, do quarto ao salão de festa, de geração a geração.